Questões Geografia na Era da Informação


Questão 1

(UNEB) O século XX passou para a História como um dos mais importantes no processo de desenvolvimento dos meios de comunicação e de informação. A “revolução” ocorrida foi extraordinária, sem precedentes, e mudou radicalmente o estilo de vida das pessoas.
Em relação aos efeitos desse fenômeno, marque V nas afirmativas verdadeiras e F, nas falsas.

(  ) O exercício da liberdade, as ações sociais e as atividades comerciais se modificaram de forma homogênea nos continentes.
(  ) O sistema de comunicação se tornou um valioso instrumento político.
(  ) O Estado, que, inicialmente, via a internet como um “templo para amadores”, passou a considerá-la um serviço de utilidade pública.
(  ) A importância e a diversificação dos meios de comunicação impuseram uma única legislação, dirigida aos crimes virtuais, para todos os países.
(  ) A banalização da violência, na sociedade atual, se constitui uma das consequências do “mundo de fantasia” criado pela televisão.

A alternativa que indica a sequência correta, de cima para baixo, é a

A) FVFVV
B) FVVFV
C) VFVFF
D) FFVFV
E) VFFVF

Ver Respostas

RESPOSTA CORRETA ALTERNATIVA B: FVVFV

Questão 2

(UFAM) “Como dispositivo de múltiplos usos, o telefone celular tem servido cada vez mais de suporte para convergência de mídia, potencialidade que o tem tornado alvo de investimentos por parte da indústria. Há previsões de que, em 2020, os dispositivos móveis serão o maior meio de acesso à internet.” (RODRIGUES, Carla. Revista Galáxia, São Paulo, n. 20, 2010).

O contexto da citação acima se refere a uma das principais características do:

a) Capitalismo industrial.
b) Capitalismo financeiro.
c) Capitalismo informacional.
d) Capitalismo comercial.
e) Capitalismo da exploração

Ver Respostas

RESPOSTA CORRETA ALTERNATIVA C:

Questão 3

IFG) Leia atentamente a charge e o texto a seguir.

Disponível em: <http://www.nanihumor.com/>. Acesso em: 25 out. 2013.

Na história contemporânea, Edward Snowden revelou à imprensa internacional informações secretas da Agência de Segurança Nacional (NSA) sobre o monitoramento de comunicações e informações do governo estadunidense em vários países do mundo, inclusive no Brasil.
Sabe-se, entretanto, que, ao longo da história, a prática de obter informações de caráter confidencial sobre governos, empresas ou pessoas é bastante frequente, sobretudo como estratégia para governos e organizações conseguirem vantagens militares, políticas, socioeconômicas ou tecnológicas sobre concorrentes ou inimigos em potencial.
Contudo, tais práticas são compatíveis com regimes democráticos? Qual é o limite da espionagem? Estas são questões complexas e difíceis de responder.

Estabeleça a relação do tema abordado na charge e no texto com a história mundial e brasileira e assinale a alterativa correta.

a) Na Antiguidade, as atividades estatais de espionagem ou outras formas privadas de obtenção de informações privilegiadas eram severamente combatidas e punidas pelos setores religiosos e militares das sociedades egípcia, grega, persa e romana.
b) O governo brasileiro considera-se insatisfeito e prejudicado com as estratégias do serviço de inteligência estadunidense, mas também é fato que tais práticas revelam a vulnerabilidade dos mecanismos nacionais de proteção das informações sigilosas estatais e privadas, das atividades econômicas, políticas e tecnológicas do Brasil.
c) Nas sociedades europeias, durante o Período Medieval, as práticas de espionagem dos senhores feudais eram condenadas pelos setores cristãos dominantes, que defendiam a liberdade de pensamento de todas as pessoas e o seu livre acesso aos grandes centros de produção cultural.
d) Durante o século XX, os regimes políticos fascistas criaram mecanismos de controle dos meios de comunicação, com o objetivo de combater as práticas estatais de espionagem e as formas ilícitas das instituições obterem informações dos cidadãos.
e) As práticas imperialistas de espionagem do atual governo estadunidense são fortemente criticadas pelas organizações comerciais, financeiras e tecnológicas, sediadas naquele país, pois alegam que são prejudicadas com os mecanismos estatais de controle dos meios técnico-informacionais.

Ver Respostas

RESPOSTA CORRETA ALTERNATIVA B: 

Questão 4

(UNICENTRO) Observe a figura a seguir.

(Disponível em: <http://www.hierophant.com.br/arcano/uploads/Nina/quino2.jpg>. Acesso em: 10 maio 2013.)

A sociedade globalizada é resultante de um conjunto de atividades humanas que produziram inúmeras transformações em todas as esferas da vida social. Assinale a alternativa que apresenta, corretamente, uma alteração na sociedade em consequência da sua globalização.
a) A disseminação da tecnologia de automação propiciou a diminuição no índice de desemprego dos trabalhadores.
b) A elevada massificação de informações em tempo real amplia o tempo disponível para refletir, aprimorando o esclarecimento das notícias para os cidadãos.
c) A terceira revolução industrial, amparada no uso da eletricidade, impulsionou a expansão da produção siderúrgica.
d) O aparato planetário do sistema de telecomunicação em rede fortalece a preservação de valores comunitários locais.
e) O complexo hegemônico dos donos da comunicação de massa procura selecionar as notícias transmitidas para o público.

Ver Respostas

RESPOSTA CORRETA ALTERNATIVA E

Questão 5

(ACAFE) Assinale a alternativa correta.

a) As Tecnologias da Informação e Comunicação (TIC) aumentaram exponencialmente a quantidade de informação ao mesmo tempo em que não significou aumento do conhecimento.
b) As redes sociais, como o facebook, possibilitam a aproximação das pessoas, eliminando, assim, o isolamento que estas teriam sem a presença dessas redes.
c) O desenvolvimento tecnológico pouco alterou a relação das sociedades com seus espaços geográficos.
d) A produção de bens materiais pela atividade industrial sofreu alteração com as novas tecnologias, mas não alterou a relação de trabalho.

Ver Respostas

RESPOSTA CORRETA ALTERNATIVA A

Questão 6

(UNICAMP) Sobre a Revolução Informacional e suas implicações para a reorganização do mundo contemporâneo, podemos afirmar que:

a) Alguns Estados e um conjunto diminuto de grandes empresas controlam o essencial da revolução tecnológica em curso, atualizando o desenvolvimento geograficamente desigual.
b) Dado o alcance planetário do sistema técnico informacional, a população tem amplo acesso a uma informação verdadeira que unifica os lugares, tornando o mundo uma democrática aldeia global.
c) Há um acentuado enfraquecimento das funções de gestão das metrópoles, processo determinado pela descentralização da produção, apoiada no uso intensivo das tecnologias da informação e comunicação.
d) Os mais diversos fluxos de informações perpassam as fronteiras nacionais, anulando o papel do Estado-Nação como ente regulador e definidor de estratégias no jogo político mundial.

Ver Respostas

RESPOSTA CORRETA ALTERNATIVA A

Questão 7

(IFBA)

Grande parte dos avanços tecnológicos integra o processo evolutivo da comunicação, conduzindo-nos para uma maior democratização da informação e, consequentemente, do saber. A comunicação virtual introduz um conceito de descentralização da informação e do poder de comunicar. Todo computador, conectado à internet, possui a capacidade de transmitir palavras, imagens, sons. Não se limita apenas aos donos de jornais e emissoras; qualquer pessoa pode construir um site na internet, sobre qualquer assunto e propagá-lo de maneira simples. O espaço cibernético tem se tornado um lugar essencial, um futuro próximo de comunicação completamente distinta da mídia clássica. […]. A internet proporciona a interação entre locutor e interlocutor, uma vez que, na rede, qualquer elemento adquire a possibilidade de interação, havendo interconexões entre pessoas dos mais diferentes lugares do planeta, facilitando, portanto, o contato entre elas, assim como a busca por opiniões e ideias convergentes. Uma prova da eficiência da internet em construir esse ideal de propagação de mensagens e opiniões está na multiplicidade de temas que podem ser encontrados nela. Além dos sites, as listas de discussão, que agregam pessoas interessadas em um dado assunto, também merecem consideração. É nesse ponto que a internet se sobressai, pois integra e condensa nela todos os recursos de todas as formas de comunicação, como jornal, por exemplo. Além de apresentar todas as funções do jornalismo, que, segundo Beltrão são econômica, social, educativa e de entretenimento, ela é um meio de comunicação interativo. Além disso, há a questão da dinamicidade e da interatividade: o espaço virtual, diferentemente de um texto de jornal ou revista em papel, está constantemente em movimento.
GALLI, Fernanda. Linguagem da internet: um meio de comunicação global. In: Hipertexto e gêneros digitais. MARCUSCHI, Luiz Antônio; XAVIER, Antonio Carlos (Org.). São Paulo: Cortez, 2010, p. 151-2. (adaptado)

A partir da leitura, marque a alternativa que informa a ideia central do texto:

a) A descentralização da informação advinda da internet pode ser usada a favor dos donos de jornais.
b) O jornal e a revista em papel devem desaparecer, pois perderam espaço para as mídias virtuais e sua interatividade.
c) Todo jornal deve englobar questões socioeconômicas e culturais, a fim de deixar seu leitor bem informado.
d) No espaço cibernético, não há uma fiscalização das informações publicadas, tendo em vista que qualquer um pode criar um site.
e) A internet, no processo de evolução da comunicação, possibilitou uma maior interação entre as pessoas, as quais recebem e publicam informações sobre os mais diversos temas.

Ver Respostas

RESPOSTA CORRETA ALTERNATIVA E

Questão 8

Sem Facebook

Das minhas relações mais próximas, só três comungam comigo não ter facebook. Não pensem que tenho críticas, sou um entusiasta, apenas não quero usar. Pouco dou conta dos meus amigos, onde vou arranjar tempo para mais? Minha etiqueta me faz responder a tudo, teria que largar o trabalho se entrasse na rede social. Só recentemente minhas filhas me convenceram que se não respondesse um spam ninguém ficaria ofendido. A cidade ganhou a parada. Acabou o pequeno mundo onde todos se conheciam, onde não se podia esconder segredos e pecados. Viver na urbe é cruzar com desconhecidos, sentir a frieza do anonimato. Essa é a realidade da maioria. Meu apreço com as redes sociais é por acreditar que elas são um antídoto para o isolamento urbano. São uma novidade que imita o passado, uma nova versão, por vezes mais rica, por vezes mais pobre, da antiga comunidade. Detalhe: não quero retroceder, a simpatia é pelo resgate da nossa essência social. Vivemos para o olhar dos outros, essa é a realidade simples, evidente. Quem pensa o contrário vai à conversa da literatura de autoajuda, que idolatra a autossuficiência e acredita que é possível ser feliz sozinho. É uma ilusão tola. Nascemos para vitrine. Quando checamos insistentemente para saber como reagiram às nossas postagens, somos desvelados no pedido amoroso. O viciado em rede social é obcecado pela sociabilidade. Está em busca de um olhar, de uma aprovação, precisa disso para existir. Ou vamos acreditar que a carência, o desespero amoroso e a busca pelo reconhecimento são novidades da internet? Sei que o facebook é o retrato da felicidade fingida, todos vestidos de ego de domingo, mas essa é a demanda do nosso tempo. Critique nossos costumes, não o espelho. Sei também que as redes são usadas basicamente para frivolidades, é certo, mas isso somos nós. Se a vida miúda de uma cidadezinha fosse transcrita, não seria diferente. Fofoca, sabedoria de almanaque, dicas de produtos culturais, troca de impressões e às vezes até um bom conselho, além de ser um amplificador veloz para mobilizações. Também apontam que amigos virtuais não substituem os presenciais. Todos se dão conta, e justamente usam a rede na esperança de escapar dela. O objetivo final é ser visto e conhecido também fora. Usamos esse grande palco para ensaiar e se aproximar dos outros, fazer o que sempre fizemos. O facebook é a nostalgia da aldeia e sua superação.
CORSO, Mário. Sem Facebook. Disponível em: http://zerohora.clicrbs.com.br/rs/cultura-e-lazer/ blogs/. Acesso em: 31 de agosto de 2013. (adaptado)

A leitura do texto nos faz concluir que

a) no primeiro parágrafo, o autor faz uma dura crítica ao uso do facebook.
b) a afirmação “A cidade ganhou a parada” (l. 11), no segundo parágrafo, nos faz inferir que as pessoas estão redescobrindo o prazer de vivenciar a cidade.
c) o quarto parágrafo traz um paradoxo, pois, apesar de parecermos isolados, viciados em redes sociais, o que desejamos realmente é o contato social.
d) no quinto parágrafo, há uma clara comparação entre o facebook e a vida nas cidades pequenas, onde prevalece a fofoca e a mentira.
e) no último parágrafo, o autor conclui afirmando que, na realidade, as pessoas querem escapar das redes sociais, pois reconhecem que é muito melhor ter amigos presenciais que virtuais.

De acordo com o texto, é correto afirmar que

I. responder a todas as solicitações dos amigos na internet faz parte da etiqueta social, a fim de manter as relações sociais.
II. com a internet, as pessoas buscam demonstrar seus sentimentos e emoções nas redes sociais, o que, na realidade, não é algo novo no comportamento humano.
III. na frase “O facebook é a nostalgia da aldeia e sua superação” (l. 55-56), pode-se entender que o facebook é superior às cidades e sua dinâmica.

A alternativa que indica a(s) afirmativa(s) verdadeira(s) é

a) I.
b) II.
c) I e II.
d) II e III.
e) I, II e III.

Ver Respostas

RESPOSTA CORRETA ALTERNATIVA B

Questão 9

(UEMA) A letra da música de Gilberto Gil trata da rede de comunicação existente no mundo e sugere a importância dessa rede para a inclusão digital, do ponto de vista socioeconômico.

Pela Internet

Criar meu web site
Fazer minha home-page
Com quantos gigabytes
Se faz uma jangada
Um barco que veleje

[…] Eu quero entrar na rede
Promover um debate
Juntar via Internet
Um grupo de tietes de Connecticut

De Connecticut acessar
O chefe da milícia de Milão
Um hacker mafioso acaba de soltar
Um vírus pra atacar programas no Japão

Eu quero entrar na rede pra contactar
Os lares do Nepal, os bares do Gabão
Que o chefe da polícia carioca avisa pelo celular
Que lá na praça Onze tem um videopôquer para se jogar

GILBERTO GIL. Disco Quanta. Warner Music, 1997 (adaptado).

A relação entre a exclusão socioeconômica e a digital está apresentada na seguinte assertiva:

a) A digital desencadeia a socioeconômica, pela relação direta entre a existência de ampla tecnologia da informação e comunicação e a realidade dos países subdesenvolvidos.
b) A socioeconômica desencadeia a digital, por existir maior investimento dos países subdesenvolvidos no acesso à tecnologia de informação e comunicação, portanto, maior inclusão.
c) A socioeconômica desencadeia a digital, pois há relação igualitária entre países desenvolvidos e subdesenvolvidos quanto ao acesso à tecnologia de informação e comunicação, e à inclusão.
d) A digital desencadeia a socioeconômica, à medida que o acesso às tecnologias de informação e comunicação se dá de forma mais estruturada nos países subdesenvolvidos.
e) A socioeconômica desencadeia a digital, por haver uma relação desfavorável quanto ao menor acesso dos países subdesenvolvidos à tecnologia de informação e comunicação.

Ver Respostas

RESPOSTA CORRETA ALTERNATIVA E

Questão 10

 

(UPE) Considere o texto a seguir:

O espaço geográfico, ao contrário do espaço natural, é um produto da ação do homem. O homem, sendo um animal social, naturalmente atua em conjunto, em grupo, daí ser o espaço geográfico eminentemente social. (…) A ação do homem não ocorre de forma uniforme no espaço e no tempo. Ela se faz de forma mais intensa em determinados momentos e nas áreas, onde se pode empregar uma tecnologia mais avançada ou em que se dispõe de capitais mais do que naquelas em que se dispõe de menores recursos e conhecimentos. Daí a necessidade de uma visão do processo histórico, levando-se em conta tanto o processo evolutivo linear como os desafios que se contrapõem a este processo e que barram ou desviam da linha por ele seguida. Para melhor compreender o processo de produção do espaço geográfico, é indispensável a utilização de conceitos hoje largamente aceitos nas ciências sociais, como os de modo de produção e de formação econômico-sociais. Ao analisarmos a evolução da humanidade e da conquista da natureza pelo homem, temos que admitir que esse começou a produzir o espaço geográfico na ocasião em que pôde abandonar as atividades de caça, pesca e coleta como principais e passou a realizar trabalhos agrícolas e de criação de animais. Claro que a passagem foi feita lentamente e que o homem, transformado em agricultor e criador de animais, continuou a caçar e a pescar, como o faz até os dias atuais, mas essas atividades, antes exclusivas, tornaram-se complementares.

ANDRADE, Manuel Correia de. Geografia Econômica. São Paulo, Editora Atlas, 1987. (Adaptado)

É CORRETO afirmar que o autor, no texto que você acabou de ler,

a) opõe-se à posição filosófica assumida pelos geógrafos que defendem a Geografia Crítica.
b) estabelece os mais importantes princípios que norteiam o Determinismo Geográfico, uma das correntes fundamentais da Geografia Clássica que explica a produção do espaço geográfico.
c) defende que o espaço natural, por suas características particulares, assemelha-se ao espaço
social e que deve ser estudado pela História e pela Geografia.
d) advoga que a produção do espaço geográfico é uma função dos níveis técnico e econômico em que se encontra a sociedade.
e) propõe que, para o equilíbrio do Sistema Terra, é necessário os seres humanos retornarem às atividades extrativas, especialmente a caça e a pesca, e também à agricultura tradicional.

Ver Respostas

RESPOSTA CORRETA ALTERNATIVA D

Questão 11

IMPORTANTES INVENÇÕES DOS SÉCULOS XIX E XX

 

Invenções Ano Inventores
telefone 1876 Alexander Graham Bell (escocês, residente no Canadá e nos EUA)
carro 1886 Gottlieb Daimler (alemão)
rádio 1896 Guglielmo Marconi (italiano)
avião 1903
1906
Irmãos Wright (norte-americanos): “Flyer 1”
Alberto Santos Dumont (brasileiro): “14 Bis”
computador 1945 Marinha dos EUA e Universidade de Harvard: “Harvard Mark 1”
satélite 1957 Comunidade científica da URSS: “Sputnik”
internet 1969 Comunidade científica dos EUA: “Arpanet”

  Adaptado de BOMENY, Helena e outros. Tempos modernos, tempos de sociologia. São Paulo: Editora do Brasil, 2010.

As invenções apresentadas no quadro afetaram o mundo contemporâneo, em especial, no que se refere à circulação de ideias, pessoas e mercadorias.

Em conjunto, essas invenções tiveram efeito principalmente sobre a ampliação da:

a) intervenção estatal
b) integração territorial
c) distribuição da riqueza
f) mobilidade ocupacional

Ver Respostas

RESPOSTA CORRETA ALTERNATIVA B

Questão 12

FATEC – A comunicação via internet, especialmente nos bate-papos, possibilitou um novo canal de comunicação entre as pessoas, e o Brasil tem se consolidado como um mercado de elevada utilização de sites sociais. em agosto de 2011, do total de 61,2 milhões de pessoas com acesso à internet no trabalho ou em domicílios, 45,4 milhões foram usuários ativos.

Evolução do número de usuários ativos*, Brasil – trabalho e domicílios agosto de 2010 e agosto de 2011

Fonte: netView — iBOPe nielsen Online (http://www.ibope.com.br/calandraWeb/servlet/CalandraRedirect?temp=6&proj=PortaliBOPe&pub=t&nome=home_materia&db=caldb&docid=C2A2CAe41B62 e75e83257907000eC04F Acesso em: 13.09.2011. Adaptado) *Usuário ativo é a pessoa com 2 anos ou mais de idade que acessou a internet pelo menos uma vez em agosto.

De acordo com as informações do texto e do gráfico, analise as afirmações:

I.Considerando somente os usuários ativos em domicílios, entre agosto de 2010 e agosto de 2011, houve um aumento de 15%, aproximadamente.
II.Considerando somente os usuários ativos no trabalho, entre agosto de 2010 e agosto de 2011, houve um aumento acima de 10%.
III. em agosto de 2011, do total de 61,2 milhões de pessoas com acesso no trabalho ou em domicílios, 15,8 milhões não foram usuários ativos.

É correto o que se afirma em

a) I, apenas.
b) II, apenas.
c) I e III, apenas.
d) II e III, apenas.
d) I, II e III.

Ver Respostas

RESPOSTA CORRETA ALTERNATIVA C

Questão 13

(UEPB) De acordo com a composição “Triste Partida” de Patativa do Assaré, nas estrofes que dizem

No topo da serra
Oiando pra terra
Seu berço, seu lar
[…] Aquele nortista
Partido de pena
De longe acena
Adeus meu lugar…

a categoria geográfica “lugar” que aparece no fragmento do texto está empregada

a) com o sentido de paisagem, pois é do topo da serra que o retirante delimita visualmente o que ele denomina como o seu lugar.
b) erroneamente porque ninguém pode ter o sentimento de identidade e de pertencimento a uma terra inóspita que só lhe causa sofrimento. O lugar é para cada pessoa o espaço onde consegue se reproduzir economicamente.
c) com o sentido de território, pois trata-se de um espaço apropriado pelo fazendeiro, o qual exerce sobre o mesmo uma relação de poder.
d) corretamente porque está impregnada de emoções e de afetividade. Há uma identidade de pertencimento para com esta parcela d espaço.
e) com conotação de região natural, pois trata-se do Sertão nordestino de abrangência do clima semi-árido de chuvas escassas e irregulares e da presença da vegetação de caatinga.

Ver Respostas

RESPOSTA CORRETA ALTERNATIVA D

Questão 14

(UFU) A Geografia se expressou e se expressa a partir de um conjunto de conceitos que, por vezes, são considerados erroneamente como equivalentes, a exemplo do uso do conceito de espaço geográfico como equivalente ao de paisagem, entre outros.

Considerando os conceitos de espaço geográfico, paisagem, território e lugar, assinale a alternativa INCORRETA.

a) A paisagem geográfica é a parte visível do espaço e pode ser descrita a partir dos elementos ou dos objetos que a compõem. A paisagem é formada apenas por elementos naturais; quando os elementos humanos e sociais passam a integrar a paisagem, ela se torna sinônimo de espaço geográfico.
b) O espaço geográfico é (re)construído pelas sociedades humanas ao longo do tempo, através do trabalho. Para tanto, as sociedades utilizam técnicas de que dispõem segundo o momento histórico que vivem, suas crenças e valores, normas e interesses econômicos. Assim, pode-se afirmar que o espaço geográfico é um produto social e histórico.
c) O lugar é concebido como uma forma de tratamento geográfico do mundo vivido, pois é a parte do espaço onde vivemos, ou seja, é o espaço onde moramos, trabalhamos e estudamos, onde estabelecemos vínculos afetivos.
d) Historicamente, a concepção de território associa-se à ideia de natureza e sociedade configuradas por um limite de extensão do poder. A categoria território possui uma relação estreita com a de paisagem e pode ser considerada como um conjunto de paisagens contido pelos limites políticos e administrativos de uma cidade, estado ou país.

Ver Respostas

RESPOSTA CORRETA ALTERNATIVA D

Questão 15

(UFMT) Na década de 1960, a empresa Sony lançou o seu televisor portátil. Uma das primeiras propagandas deste produto, difundidas nos EUA, é reproduzida abaixo. Nela afirmava-se: Segure o futuro em suas mãos com Sony.

(www.wellmedicated.com/inspiration. Adaptado.)

No contexto da matéria publicitária, pode-se afirmar que

a) os valores e os comportamentos sociais foram, ao longo da história da humanidade, afetados pelos meios de comunicação de massa.
b) o controle social exercido sobre a técnica impede que esta altere a nossa percepção do mundo.
c) as sociedades industrializadas contemporâneas libertaramse da dependência da tecnologia e de seus produtos.
d) as inovações no campo da comunicação aceleraram-se a ponto de alterar a nossa relação com o tempo e o espaço.
e) graças aos programas sociais, foi possível assegurar um patamar tecnológico mínimo a todos os seres humanos.

Ver Respostas

RESPOSTA CORRETA ALTERNATIVA D

Questão 16

(IBMECRJ) Uma malha digital que cresce em velocidade vertiginosa está cobrindo nosso planeta: é a internet, a rede mundial de computadores. Considerando essa importante inovação tecnológica contemporânea, analise a informação:
A integração econômica global é facilitada pelo uso das mesmas técnicas, contudo, integrar não significa incluir a todos.

Com base nas informações e em seus conhecimentos, escolha a alternativa que melhor explica a afirmativa apresentada.

a) A era da informação e da revolução científica prioriza a qualificação da mão de obra e a incorporação de novas habilidades, reconhecendo a diferença existente entre ricos e pobres.
b) A velocidade da informação é o benefício apresentado pela internet para a globalização, pois reduz o espaço mundial a um espaço virtual, sem a necessidade de integrar a todos os internautas.
c) A internacionalização da rede e a incorporação de centenas de milhões de usuários por todo o planeta excluem as diferenças culturais e econômicas devido à mundialização dos padrões de consumo.
d) A internet dinamizou e tornou imediatas transações e negociações em escala mundial, evitando a exclusão digital pelas parcerias com empresas e investimentos em inovações tecnológicas.
e) Ao mesmo tempo em que a internet facilita o processo de integração econômica global, é também responsável pela chamada exclusão digital, pois acentua a distância entre os usuários e aqueles que já viviam em situação de marginalidade econômica e social.

Ver Respostas

RESPOSTA CORRETA ALTERNATIVA E

Questão 17

(Uel) Analise a imagem a seguir.

Fonte: HARVEY, DAVID. A condição pós-moderna. São Paulo: Loyola, 1989. p. 220.

Com base na imagem e nos conhecimentos sobre o tema, é correto afirmar:

a) A intensificação da circulação de mercadorias e de pessoas está representada na progressiva redução do planisfério na imagem.
b) Houve uma diminuição real da superfície do planeta paralelamente à conservação de sua forma.
c) A difusão do uso dos transportes modernos acarretou uma diminuição das distâncias métricas entre os continentes.
d) Entre 1950 e 1960, ocorreu um aumento na velocidade máxima dos meios de transporte, diretamente proporcional ao ocorrido nos períodos anteriores.
e) A diminuição do tamanho da representação do planeta entre 1850 e 1960, na imagem, resultou da ampliação do tráfego nos grandes centros urbanos.

Ver Respostas

RESPOSTA CORRETA ALTERNATIVA A

Questão 18

Observando a charge abaixo pode-se concluir que

 

a) o conhecimento da tecnologia digital está democratizado no Brasil.
b) a preocupação social é preparar quadros para o domínio da informática.
c) o apelo à inclusão digital atrai os jovens para o universo da computação.
d) o acesso à tecnologia digital está perdido para as comunidades carentes.
e) a dificuldade de acesso ao mundo digital torna o cidadão um excluído social.

Ver Respostas

RESPOSTA CORRETA ALTERNATIVA E

Questão 19

(UFPEL) Uma malha digital que cresce em velocidade vertiginosa está cobrindo nosso planeta: é a internet, a rede mundial de computadores. Considerando essa importante inovação tecnológica contemporânea, analise a informação:

A integração econômica global é facilitada pelo uso das mesmas técnicas, contudo, integrar não significa incluir a todos.

Com base nas informações e em seus conhecimentos, escolha a alternativa que melhor explica a afirmativa apresentada.

a) A era da informação e da revolução científica prioriza a qualificação da mão-de-obra e a incorporação de novas habilidades, reconhecendo a diferença existente entre ricos e pobres.
b) A velocidade da informação é o benefício apresentado pela internet para a globalização, pois reduz o espaço mundial a um espaço virtual, sem a necessidade de integrar a todos os internautas.
c) A internacionalização da rede e a incorporação de centenas de milhões de usuários por todo o planeta exclui as diferenças culturais e econômicas devido à mundialização dos padrões de consumo.
d) A internet dinamizou e tornou imediatas transações e negociações em escala mundial, evitando a exclusão digital pelas parcerias com empresas e investimentos em inovações tecnológicas.
e) Ao mesmo tempo em que a internet facilita o processo de integração econômica global, é também responsável pela chamada exclusão digital, pois acentua a distância entre os usuários e aqueles que já viviam em situação de marginalidade econômica e social.

Ver Respostas

RESPOSTA CORRETA ALTERNATIVA E

Questão 20

(UEPB)

Antes longe era distante
perto, só quando dava
quando muito, ali defronte
e o horizonte acabava […]

De jangada leva uma eternidade
de saveiro leva uma encarnação

Pela onda luminosa
leva o tempo de um raio
tempo que levava Rosa
pra aprumar o balaio […]

Esse tempo nunca passa […] Mora no som da cabeça […] No instante em que tange o berimbau,
Meu camará
[…] De avião (leva) o tempo de uma saudade…

O fragmento da composição Parabolicamará, de Gilberto Gil, reflete:

I. A relativização da distância/tempo a partir da emergência do meio técnico-científico-informacional, no qual apenas alguns grupos sociais estão inseridos.
II. A importância que a velocidade alcançada pelos transportes e pelas comunicações passou a ter no atual processo de globalização, bem como no mito do espaço/tempo contraídos.
III. A coexistência de técnicas e culturas diversas que se fazem presentes no espaço, diferenciando lugares e povos, apesar de todo o processo de globalização que tende à uniformização.
IV. A massificação das culturas e lugares que passaram a viver, indistintamente, o “tempo rápido” da globalização, através de um meio técnico-científico-informacional que chegou para todos.

Está(ão) correta(s) apenas a(s) proposição(ões):

a) I, III e IV
b) II, III e IV
c) I, II e III
d) I e IV
e) IV

Ver Respostas

RESPOSTA CORRETA ALTERNATIVA C

 

Anterior Atividade Geografia Pontos Mais Altos do Brasil
Próximo PowerPoint: A globalização e seus fluxos

Sem comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *